Sismac
  • 17 | 04 | 2020 - 17:08 Negociação

    Sindicatos cobram Prefeitura pelo adiamento dos consignados

    Sindicatos cobram Prefeitura pelo adiamento dos consignados
    Iniciativas parecidas em relação aos financiamentos habitacionais e de veículos já foram tomadas

    Os sindicatos que representam os servidores municipais de Curitiba protocolaram um ofício no qual reivindicam que a administração cobre para que os bancos que efetuam empréstimos com desconto em folha de pagamento, os chamados consignados, suspendam essas cobranças temporariamente. O SISMMAC, SISMUC, SIGMUC e SINFISCO solicitam que as parcelas dos empréstimos sejam adiadas por pelo menos 90 dias para as servidoras e servidores do município.

    A suspensão temporária ou o adiamento das cobranças são práticas que já foram adotadas por instituições financeiras em relação ao pagamento de empréstimos, financiamentos habitacionais e de veículos diante do cenário da pandemia do novo Coronavírus. Para os servidores municipais de Curitiba, que possuem conta na Caixa Econômica Federal devido à folha de pagamento, o banco oferece a prorrogação do financiamento habitacional em até três prestações, desde que não esteja inadimplente por mais de duas prestações.

    É importante ressaltar que, enquanto empresários mantém seus lucros com o apoio do governo, trabalhadores estão tendo corte de salários e suspensão de contratos sem previsão de retorno ou de garantia de emprego e renda. Isso significa que os servidores públicos podem se tornar os únicos provedores de suas famílias durante a pandemia e o aprofundamento da crise econômica.

    O ofício foi protocolado virtualmente seguindo as orientações de prevenção à Covid-19. Os sindicatos aguardam retorno da Prefeitura.
  • 17 | 04 | 2020 - 17:08 Negociação

    Sindicatos cobram Prefeitura pelo adiamento dos consignados

    Sindicatos cobram Prefeitura pelo adiamento dos consignados
    Iniciativas parecidas em relação aos financiamentos habitacionais e de veículos já foram tomadas

    Os sindicatos que representam os servidores municipais de Curitiba protocolaram um ofício no qual reivindicam que a administração cobre para que os bancos que efetuam empréstimos com desconto em folha de pagamento, os chamados consignados, suspendam essas cobranças temporariamente. O SISMMAC, SISMUC, SIGMUC e SINFISCO solicitam que as parcelas dos empréstimos sejam adiadas por pelo menos 90 dias para as servidoras e servidores do município.

    A suspensão temporária ou o adiamento das cobranças são práticas que já foram adotadas por instituições financeiras em relação ao pagamento de empréstimos, financiamentos habitacionais e de veículos diante do cenário da pandemia do novo Coronavírus. Para os servidores municipais de Curitiba, que possuem conta na Caixa Econômica Federal devido à folha de pagamento, o banco oferece a prorrogação do financiamento habitacional em até três prestações, desde que não esteja inadimplente por mais de duas prestações.

    É importante ressaltar que, enquanto empresários mantém seus lucros com o apoio do governo, trabalhadores estão tendo corte de salários e suspensão de contratos sem previsão de retorno ou de garantia de emprego e renda. Isso significa que os servidores públicos podem se tornar os únicos provedores de suas famílias durante a pandemia e o aprofundamento da crise econômica.

    O ofício foi protocolado virtualmente seguindo as orientações de prevenção à Covid-19. Os sindicatos aguardam retorno da Prefeitura.

Rua Nunes Machado, 1644, Rebouças – Curitiba / PR, CEP. 80.220-070 - Fone/Fax.: (41) 3225-6729

DOHMS